ÉRAMOS JOVENS

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Bem vindo, ANO NOVO!


 (clique MEU, da esquerda para a direita, com o cálice,papa FRANCISCO)
(julho/13)
Na noite do dia 23/07/13 determinei uma virada antecipada de ciclo, ano, sei lá. Primeiro aniversário de um de nós, sem nossa rainha... imagina!
Já tínhamos a ideia na cabeça e à noite, depois de receber alguns amigos e ganhar até bolo, pegamos a Dutra em direção à cidade de Aparecida. Perdemos o show, mas Deus sabe o que faz, não iríamos aguentar mais 4 ou 5 horas, logo... TUDO É PERFEITO NO TEMPO DELE!
O frio era algo que só lembro de ter passado (tanto) em uma cidadezinha de MG. Mas fomos agasalhos, levamos cobertores... lanches, refri, bolinho, bolachinha....
Como cita a Cris, em seu facebook, não existem palavras para expressar, é só VIVENDO! Fui com o pé machucado, pois “o encardido” atenta e no domingo de manhã bati o dedinho do pé, o “Nicanor”, (kkkkkkkkkk olha que nome feio o bobonho deu para meu dedinho!), na terça meu pé era uma bola, enfaixei, coloquei meias e tênis e BORA! Já no caminho encontramos as caravanas, gente que coisa LINDA ESTAVA ESSA DUTRA! Todos unidos na mesma fé, com o mesmo propósito, ver o nosso ‘chefe da igreja ‘o PAPA FRANCISO!
Ora... se Davi Miranda, Valdomiro Santiago, RR Soares, Edir Macedo são aclamados, idolatrados por seus seguidores, porque tanta crítica ao Papa Católico? NÉ?
E lá chegamos... frio, garoa, chuva... garoa e chuva se revezavam, o frio não! Nestes meus 44 anos de idas a Aparecida, NUNCA VI NEM SENTI FRIO! Já sai do carro, com meu cobertor de oncinha (não sou boba), e andamos, andamos, andamos... Mas eu estava feliz... algo bom estava acontecendo, e sentimos essa mudança interior...  Ficamos numa fila que quando alguém disse que o fim era ali, gritamos, batemos palmas, fizemos festa! EEEEEEEEEEEEEEEEE ACHAMOS! Que linda a vibração naquele lugar! Eram cânticos, orações, de sotaques nacionais e internacionais misturados, orando... eu tenho certeza que a vibração positiva que chamo de fé, chegou longe, muito longe!
Ao amanhecer, choveu demais, lamento aqui a falta de estrutura organizacional ocorrida, infelizmente para nós, que estamos sempre no santuário nacional de Aparecida, foi precário o atendimento em sentido de organização, e a Basílica vai levar a culpa, mas sabemos que nos bastidores quem mandou foi a Policia Federal, se não fosse como eles queriam, não teria evento... então.... tá, deixa pra lá por enquanto! Com a chuva, o que estava ruim, ficou pior! Kkkkkkkk Eu não sentia o Nicanor! E os seus companheirinhos iam ficando solidários a ele e começaram a adormecer... O cobertor que “a esperta” aqui levou, neste momento pesava uns 15 quilos, visto que molhou; não sofri sozinha, pois de madrugada fomos no carro e eu trouxe um cobertor para a Cris também.. bem feito! Meu irmão comprou capinha de chuva quando ainda garoava, eu estava com uma ‘parca’ (não sei se ainda é esse o nome), que ganhei vinda de Londres, quente MESMO e IMPERMEÁVEL, foi o que me salvou! A fila andou! Que bom! Nossa posição devia ser entre 9 e 10 mil, logo.............. ninguém podia passar nossa frente (fraternidade é uma coisa, ser besta é outra), afinal estávamos molhados, cansados, bem próximos à hipotermia e a grande hora de ver nosso CHIKINHO chegava... Se eu não morresse antes! Um filho de Deus teve misericórdia e tentava me abrigar embaixo do guarda chuva dele, tadinho... ficou todo molhado tentando me proteger... Deus o abençoe, nos perdemos desse grupo depois de passar no portão principal, pois pobre já viu né? Tira foto assim, agora assado! Kkkkkkkkkkkk E nessa, CLARO QUE PERDEMOS POSIÇÕES! E a fila da policia federal?? Afff, se eles quisessem revistar MESMO, estaríamos lá ainda! Só na minha bolsa iam levar uns 2 dias! Fora os bolsos, sacolinhas e afins... rsrs eu bem podia ter uma bazuca no bolso da jaqueta! Vai saber!
Entramos... ninguém falou com ninguém...momento ÚNICO! Em mim, era uma festa, que se desse para fotografar só se veria uma luz gigaaaaaante e meu Haziel doidinho pra lá e pra cá de tão feliz! Há anos eu não me sentia tão bem, tão firme e tão ciente de minha crença. E ali estávamos, participando de um momento que NÃO SE REPETIRÁ. Claro que CHIKINHO virá outras vezes, e outras vezes iremos... mas na condição pessoal de cada um de nós NAQUELE momento... não mais ocorrerá!
Eu já vinha sentindo uma onda de mudanças, que só se confirmou com estes acontecimentos! Mudanças boas, ver as pessoas em minha volta sorrindo, felizes apesar dos pesares, renovados na fé, na caridade e no olhar ao próximo com amor... isso gente, pra mim não tem preço! Virei santa?? Tomara que não! Continuo com meu jeito crítico sim... pois toda inércia traz...................... a ferrugem, né? Kkkkkkkkk
Continuo a mesma, mas que a foi MARAVILHOSO, ver o SANTO PAPA foi sim! E sou grata a Deus por ter me esclarecido acontecimentos que até então eu julgava terem sido ruins... é necessário fechar uma porta aqui, para que outra se abra ali...
BEIJOS, BEIJOS, BEIJOS MIL
LOYRA*SP

Um comentário:

Maria Cristina Pereira disse...

Fala serio, chorei mais uma vez.........., isso é que faz a nossa Santa Fé Católica, ver o meu Pastor maior na situação em que todos nos esdtavamos (não apenas eu e meus primos, mas sim uma multidão de pessoas na mesma fé enxarcados de benção vinda do céu), estar ali na casa da Minha Mãe Santíssima orando e louvando ao nosso DEUS. NÃO TEM PREÇO